Implantes Dentarios > Manutenção

Manutenção

QUEM TEM IMPLANTES, PRECISA ESCOVAR OS DENTES ?

O fato de usar implantes não muda as exigências de higienização bucal. Ou melhor, muda sim. Usar implantes faz com que haja necessidade de duas vezes mais higienização: uma para não perder outros dentes e ter que colocar mais implantes (pagando por isto, sendo que os dentes lhe foram cortesia do Criador) e outra para manter em boas condições os implantes de forma a que eles não afrouxem e caiam. Todo o segredo da manutenção, quer de dentes naturais, quer de dentes colocados sobre implantes, está na correta higienização de ambos. Por quê? Porque se não adequadamente limpos, os resíduos alimentares que ficam entre eles e embaixo dos bordos das gengivas, através da ação de bactérias que todos nós temos na boca, formam a placa bacteriana. Esta se não for removida em tempo certo (quatro vezes ao dia), gera o cálculo dental e infecções das gengivas, que são o início do comprometimento dos tecidos (ósseo e gengival) que circundam o implante, iniciando-se assim a perimplantite, que é o nome dado às inflamações (quase imperceptíveis) ao redor dos implantes. O implantodontista irá apresentar um programa de higiene oral com todo detalhamento. Caso isso não seja feito, solicite. Se você não entender algo, pergunte, porque é muito importante e disto depende o sucesso do seu tratamento.

COM IMPLANTES TENHO QUE ESCOVAR TODOS OS DIAS ?

Todos os dias, quatro vezes ao dia: após o café da manha, após o almoço, após o jantar e antes de deitar. O hábito da escovação nestes quatro momentos do dia é a garantia de dentes e gengivas fortes e saudáveis. Além do uso da escova dental, seu cirurgião-dentista lhe apresentará outros recursos de higiene oral que, de acordo com o caso, estarão indicados. Procure revelar a ele com exatidão e honestidade seus reais hábitos de higienização para que ele, com maiores conhecimentos, possa elaborar um adequado e programa de higiene oral. A maioria de nós é um pouco resistente à higiene bucal. Temos que ser duros com nós mesmos. Temos de lembrar que cuidados pessoais, como o uso de papel higiênico, do desodorante, da escova de cabelos, além de fazer a barba, o uso do absorvente, dentre outros; são imprescindíveis. Precisamos nos concientizar que, sem dentes, não conseguimos viver e nem aparecer entre amigos, pela vergonha de tê-los perdido. Temos de encarar a higiene oral como única forma de manter os dentes e tê-los em bom estado e aparência. Devemos submeter ao nosso cirurgão-dentista controle desta higienização, mensalmente no primeiro ano e semestralmente nos anos seguintes.

EXISTEM DISPOSITIVOS ESPECIAIS PARA HIGIENIZAÇÃO ?

Sim e são muitos, específicos para cada situação. Estes dispositivos têm por objetivo colaborar na limpeza das próteses sobre implantes em regiões ou áreas onde a escova tem difícil acesso. São eles: o fio ou fita dental, o superfloss (que é um tipo de fio dental específico), as escovas unitufo e interdentais (que são igualmente específicas) e alguns líquidos que deixarão sua boca mais agradável e sadia. Como coadjuvantes e auxiliares estão também os jatos d’água pulsantes e as escovas elétricas. O fio e a fita dental atuam embaixo das gengivas, em áreas de difícil acesso para as escovas. O tipo superfloss, por ser mais volumoso em uma determinada parte é usado em casos específicos, indicados pelo cirurgião-dentista. As escovas unitufo e interdentais são destinadas aos espaços entre os dentes, que não são área onde há boa atuação das escovas convencionais. Recursos como os enxaguatórios bucais são complementos como também os jatos d’água pulsantes e escovas elétricas. Cada caso terá sua própria indicação e orientação, porque cada paciente tem um grau de risco (que seu cirurgião-dentista irá determinar por seu histórico), que irá requerer uma higiene oral específica.

COM IMPLANTES VOU CONTINUAR A TER CÁRIES ?

Nos implantes e nos dentes da prótese colocada sobre os implantes, não. Mas o cuidado tem que continuar, inclusive para não perder os dentes vizinhos aos implantes. Especificamente quanto aos implantes, esta (a não possibilidade de serem acometidos por caries) é uma de suas grandes vantagens. Isto por que a placa bacteriana e as cáries são as grandes responsáveis pela perda dos dentes. Não tendo uma delas, já diminuem muito os problemas. Se o portador de implantes entender, por este motivo, que pode descuidar de sua higiene bucal, estará atuando contra si próprio, pois, pensando que a perdas dos remanescentes dentes naturais e conseqüente colocação de implantes resolverá o problema, estará se enganando. Ser relapso no cuidado com os dentes naturais implica obrigatoriamente na desatenção com a higiene das próteses sobre implantes. O que as estatísticas de alto percentual de sucesso dos implantes garantem é a união deste como osso. Nenhuma estatística fala que implantes descuidados tem garantia. Pelo contrário, quando falam de insucessos após a osseointegração, a principal causa é sempre a má higienização. E com as conseqüências destas não há solução, nem a colocação de implantes no lugar de implantes perdidos, porque estes também não são garantidos.



Confira Também:

Próteses
Pré e Pós
Especialistas
Diversos
Seletivas
Curiosidades
Lapa - 1 - Telefone 3673-2444 - Rua Clélia 1178

Copyright © Dentplan - 2009 - Todos os direitos reservados